sábado, 29 de agosto de 2015

A PRIMAVERA DA LAGARTA - Ruth Rocha.

Fonte da imagem:http://www.publicdomainpictures.net/view-image.php?image=32987&picture=jardim-de-verao

_Grande comício na floresta! Bem no meio da clareira, debaixo da bananeira!
Dona formiga convocou a reunião. _Isso não pode continuar!
_Não pode não! Apoiava o camaleão.
_É um desaforo. A formiga gritava. _É um desaforo!
_É mesmo. O camaleão concordava.
A joaninha que vinha chegando naquele instante perguntava: Qual é o desaforo, hein?
_É um desaforo o que a lagarta faz!
_Come tudo o que é folha! Reclamava o Louva-a-deus.
_Não há comida que chegue!
A lagartixa não concordava: _Por isso não que as senhoras formigas também comem.
_É isso mesmo! Apoiou o camaleão que vivia mudando de opinião.
_É muito diferente, depois a lagarta é uma grande preguiçosa, vive lagarteando por aí.
_Vai ver que a lagartixa é parente da lagarta. Disse o camaleão que já tinha mudado de opinião.
_Parente não! Falou a lagartixa. _É só uma coincidência de nome!
_Então não se meta!
_Abaixo a lagarta! Disse o gafanhoto. _Vamos acabar com ela!
_Vamos sim! Gritou a libélula. Ela é muito feia!
O Senhor Caracol ainda quis fazer um discurso: _É, minhas senhoras e meus senhores, como é para o bem geral e para a felicidade nacional, em meu nome e em nome de todo mundo interessado, como diria o conselheiro Furtado, quero deixar consignado que está tudo errado. Mas como o caracol era muito enrolado, ninguém prestava atenção no coitado.
Já estavam todos se preparando para caçar a lagarta.
_Abaixo a feiura! Gritava aranha como se ela fosse muito bonita.
_Morra comilona! Exclamava o Louva-a-deus como se ele não fosse comilão também.
_Vamos acabar com a preguiçosa! Berrava a cigarra esquecendo a sua fama de boa vida.
E lá se foram eles, cantando e marchando:
_Um, dois, feijão com arroz, três, quatro, feijão no prato.
_Um, dois, feijão com arroz, três, quatro, feijão no prato.
Mas, a primavera havia chegado, por toda a parte havia flores na floresta, até parecia festa. Os passarinhos cantavam e as borboletas, quantas borboletas de todas as cores, de todos os tamanhos borboletearam pela mata. E os caçadores procuravam pela lagarta:
_Um, dois, feijão com arroz, três, quatro, feijão no prato.
_Um, dois, feijão com arroz, três, quatro, feijão no prato.
E perguntavam para as borboletas que passavam:
_Vocês viram a lagarta que morava na amoreira? Aquela preguiçosa, comilona, horrorosa.
As borboletas riam, riam, iam passando e nem respondiam. Até que veio chegando uma linda borboleta.
_Estão procurando a lagarta da amoreira?
_Estamos sim. Aquela horrorosa, comilona.
E a borboleta bateu as asas e falou:
_Pois, sou eu.
_Não é possível! Não pode ser verdade! Você é linda!
E a borboleta sorrindo explicou:
_Toda lagarta tem seu dia de borboleta, é só esperar pela primavera.
_Não é possível, só acredito vendo!
_Venha ver! Isso acontece com todas as lagartas. Eu tenho uma irmã que está acabando de virar borboleta.
Todos correram para ver. E ficaram quietinhos espiando. E a lagarta foi se transformando, se transformando até que de dentro do casulo nasceu uma borboleta.
Os inimigos da lagarta ficaram admirados
_É um milagre!
_Bem que eu falei. Disse o camaleão que já tinha mudado de opinião.
E a borboleta falou: _É preciso ter paciência com as lagartas se quisermos conhecer as borboletas.
Fonte da imagem:http://www.publicdomainpictures.net/view-image.php image=79475&picture=borboleta-cor

Moral da história: 

não devemos apontar os defeitos dos outros, todos temos nossos defeitos também. Devemos ter paciência com o tempo de evolução de cada um, porque como diz a historinha, precisamos ter paciência com as lagartas se quisermos conhecer as borboletas.


Atividade: 

procure no texto as frases dos animais que colocaram defeitos na lagarta esquecendo os seus.

Exemplo:

- Morra comilona! Exclamava o Louva-a-deus como se ele não fosse comilão também.


Borboleta com as mãos das crianças: 

em folha cartolina colorida, desenhar o corpo da borboleta. 
Cada criança coloca a mão esquerda em uma folha e passa o lápis no contorno. Após pintar, deverão recortar e colar ao lado do corpo da borboleta formando as asas.



27 comentários:

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Jeanne
Que graça de historinha e com uma mensagem bem apropriada pra todos os dias.. nada vale observar o defeito dos demais...
Bjm fraterno

Gracita disse...

Querida Jeanne
Que linda história!
Adorei a sugestão para confeccionar a lagarta.
Ficou mega fofa
Beijos e um domingo abençoado

Maria Teresa Valente disse...

Olá Jeanne, adoro as historinhas infantis, elas sempre são educativas, engraçado, que mesmo adulta, quando ficava triste, o que mais me agradava eram
as cantigas de roda... cantarolava essas músicas e já me sentia feliz.
Obrigada, feliz e abençoada semana, abraços carinhosos
Maria Teresa

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...

Bom dia Jeanne!
Excelente estória e mensagem!
Certamente as crianças irão adorar fazer atividades com elas e aprenderão muito!
abração com carinho

Rubia Kenes disse...

Parabéns amada ameiiiiiiiiiii a historia! tenho certeza que as crianças vão amar! beijinhosssssssssss


http://rubiaartes.blogspot.com.br

Meus rabiscos disse...

Amei a historinha parabéns!
Com certeza que ñ devemos apontar os defeitos alheios...Até porque temos muitos defeitos.
Porém infelizmente existem pessoas que se esquecem desses detalhes.
Vou lê para a minha neta,tenho certeza que ela irá amar.
Bjsss

sandra mayworm disse...

Bom dia Jeanne,
Que lindo! Quem se dedica às crianças é um ser especial, com certeza...
Lembrei muito da minha infância com a musiquinha "Um dois, feijão com arroz, três quatro, feijão no prato". Minha mãe cantava pra eu comer!
E eu adoro feijão com arroz rsss
A borboleta feita pelas crianças...que riqueza de colorido e textura!
Parabéns pela postagem.
Bjs

Carmem disse...

Olá Jeanne
Linda história.
Muitas vezes somos impacientes com os outros e não vemos que nós mesmos também temos problemas, diferenças.
Ótimo final de semana para vc.
Abraços

Willian Ernani disse...

Belo textinnho, e tem uma lição bem apropriada pra crianças e adultos também, parabéns.. Abraços
http://willianernani1.blogspot.com.br/

Canal Rahtuber disse...

Nossa que linda historia eu amei.
beijinhos
http://falaseriorah.blogspot.com.br/

Kassinha Gomes disse...

História muito fofa, e com uma mensagem maravilhosa. É muito fácil mesmo, apontarmos defeitos alheios, esquecendo dos nossos. Somos seres imperfeitos, mas se temos consciência disso, porque não trabalharmos para melhorar, crescer como gente, aprendendo a respeitar o jeito e defeitos dos outros? Ficaria aqui falando por horas...rs Ah! o trabalho manual, achei também super interessante. Parabéns pelo blog, o estou seguindo com muito carinho. BjusLuz!
www.blogdakassinhagomes.blogspot.com

Lucimar da Silva Moreira disse...

Linda a história, e quem é que não tem defeitos? É muito chato apontar os defeitos dos outros, beijos.

Magda Moreira disse...

Que linda história amiga!!!
É verdade mesmo, geralmente nós gostamos de apontar os defeitos dos outros e esquecemos dos nossos próprios defeitos. Sabemos que ninguém é perfeito e devemos ter paciência com as pessoas.Parabéns amiga!!! Bjss!!

http://agendadosblogs.blogspot.com.br/

Magda Moreira disse...

Que linda história amiga!!!
É verdade mesmo, geralmente nós gostamos de apontar os defeitos dos outros e esquecemos dos nossos próprios defeitos. Sabemos que ninguém é perfeito e devemos ter paciência com as pessoas.Parabéns amiga!!! Bjss!!

http://agendadosblogs.blogspot.com.br/

Dália Duarte disse...

Linda a história....fez-me voltar anos atrás quando escutava histórias parecidas com essa para nos ensinar que somos todos seres imperfeitos....e com defeitos....beijinhos

Ana Carolina Kaiser disse...

Adoro essas histórias infantis! Estou começando a contá-las para a minha filha de 2 anos... mas confesso que eu amo uma historinha que meu pai me contava quando pequena: o que aconteceu no caldeirão da bruxa da Sônia Junqueira hehehe Beijos!
http://www.analauraartes.blogspot.com.br/

adelaide rodrigues disse...

Oi Jeanne linda essa estória...
Estórias infantis são lindas e educativas e sempre as crianças gostam...
Bjuss e um ótimo domingo pra você...

Rosiane Barros disse...

Que linda essa historinha, amo borboletas, e confesso que fiquei parada um tempão olhando pra ela piscar rsrsrs amei seu post. bjs

mazé disse...

Linda história!mensagem edificante!sucesso para você! te seguindo com carinho bjsss!!http://wwwmazeblogspotcom.blogspot.com.br/

Samy disse...

Lembrei da minha infância.. Bons momentos que a professora ficava nos contando essas histórias.. Boas lições eu aprendi.. Amei amada!!

www.fikesperta.com

pedacinhos de retalhos eliane disse...

Que linda a história nos remete a nossa infância , adorei,bjs
pedacinhosderetalhoseli.blogspot.com

Katia Magal disse...

Que linda mensagem!
A gente para ver o erro nos outros é sempre mais fácil e cômudo, porém esperar é uma virtude e generosidade. Uma historinha que faz a gente refletir.Parabéns.bjsss

Katia Magal disse...

A gente para ver o erro dos outros é bem mais fácil, é bem verdade. Uma historinha boa para fazer a gente refletir como é bom ser paciente e generoso com as pessoas, assim como queremos que façam conosco.bjsss
www.katiamagal.com

Anônimo disse...

A gente para ver o erro dos outros é bem mais fácil, é bem verdade. Uma historinha boa para fazer a gente refletir como é bom ser paciente e generoso com as pessoas, assim como queremos que façam conosco.bjsss
www.katiamagal.com

karina padilha disse...

adorei a estorinha.. bjs e sucesso!!!!!!!!!!!!!!!
www.karinapadilha.blogspot.com.br

Blog Andrea Jesus disse...

Tudo muito linndo amei, historia linda e parabens pelo blog

Edilson Celestino disse...

A historinha retrata o poder de transfornaçào da natureza e uma linda lição de comportanento para os humanos.