Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2015

Importante para sua boa navegação pelo blog.

Importante para sua boa navegação pelo blog.

Jujuba, o leãozinho.

Imagem
Fonte da imagem:https://pixabay.com/pt/le%C3%A3o-animal-%C3%A1frica-safari-gato-564925/
Habitando uma grande floresta, Jujuba, o leãozinho, crescia forte e sabido. Sua mãe, Dona Leoa, cuidava dele com muito carinho: dava-lhe banho, penteava-lhe o pelo, aparava-lhe as unhas e alimentava-o. Muito amorosa, sua mãe defendia-o contra os perigos da floresta, não permitindo que se afastasse muito da toca. Mas Jujuba, vivendo sempre sozinho, sentia falta de amigos, desejava ter com quem brincar. Certo dia Jujuba resolveu sair de casa para encontrar um amigo. Encantado com tudo o que via, embrenhou-se na mata, afastando-se da toca. Um pouco adiante viu um coelhinho escondido entre as árvores e perguntou:  – Olá! Quer ser meu amigo? O coelho ao ver quem lhe dirigia a palavra arregalou os olhos, assustado, e gritou, sumindo no meio do mato:  – Um leão!...    Jujuba não entendeu a atitude do coelho, mas não desanimou. Andando mais um pouco encontrou um veadinho que pastava tranquilamente. Aproximou-se e dis…

Cantigas de roda: conceito, finalidades e atividades relacionadas.

Imagem
Fonte da imagem: http://www.publicdomainpictures.net/view-image.php?image=77459&picture=estatuas-de-bronze-criancas







Clique nas imagens para visualizar melhor.
Fonte:  http://pt.slideshare.net/cidinhaprofessora/cantigas-de-roda-24477916?related=2

DÔ MINHOCA.

Imagem
Fonte da imagem:https://pixabay.com/pt/minhoca-worm-bonito-feliz-lagarta-151033/
Desde pequena Dô gostava de dormir, e muito. Bastava esticar o corpo um pouco de lado e ela logo estava dormindo. Esticada, enrolada de cabeça para cima, cabeça para baixo. De qualquer jeito Dô embalava um sono que ia até o dia seguinte. A comunidade das minhocas era bem agitada. Ocupadas em fazer coisas, cavar buracos e realizar tarefas sem parar. Dô gostava disso, só que tanto trabalho dava muita fome e depois de comer, logo ia cochilar um pouco... As minhocas comem de tudo: pedaços de folhas, frutas, raízes, etc. Dô sabia que este trabalho debaixo da terra criava um ambiente rico em plantas e bichos, um mundo que ela sonhava em conhecer melhor Dô tinha muitos amigos. Ângulo só andava em linha reta, sempre com pressa. Espiral vivia enrolado, fazia tudo de trás para frente, e Pincel era pintor. Dô tinha uma paixão secreta pelo artista e sonhava com ele pintando seu retrato. Certo dia a terra tremeu. Uma pá abriu um b…

O pequeno príncipe e o carneiro. Novas descobertas...

Imagem
Vivi, portanto só, sem amigo com quem pudesse realmente conversar, até o dia, cerca de seis anos atrás, em que tive uma pane no deserto do Saara. Alguma coisa se quebrara no motor. E como não tinha comigo mecânico ou passageiro, preparei-me para empreender sozinho o difícil conserto. Era, para mim, questão de vida ou de morte. Só dava para oito dias a água que eu tinha. Na primeira noite adormeci, pois sobre a areia, a milhas e milhas de qualquer terra habitada. Estava mais isolado que o náufrago numa tábua, perdido no meio do mar. Imaginem então a minha surpresa, quando, ao despertar do dia, uma vozinha estranha me acordou. Dizia: - Por favor... desenha-me um carneiro! - Hem! - Desenha-me um carneiro... Pus-me de pé, como atingido por um raio. Esfreguei os olhos. Olhei bem. E vi um pedacinho de gente inteiramente extraordinário, que me considerava com gravidade. Eis o melhor retrato que, mais tarde, consegui fazer dele. Meu desenho é, seguramente, muito menos sedutor que o modelo. Não tenh…

A CENTOPEIA E SEUS SAPATINHOS.

Imagem
Fonte da imagem:http://www.publicdomainpictures.net/view-image.php?image=52460&picture=sapatos-de-fundo
Naquela manhã, a centopeia acordou mais cedo. Era dia de comprar sapatos. Levantou, arrumou a sua caminha e foi para sala tomar café. Sua mãe já tinha arrumado a mesa. O café estava quentinho e havia uns bolinhos de que ela gostava muito.             __ Menina, ande logo, senão vamos chegar muito tarde, e não vai dar tempo de comprarmos todos os sapatos de que precisamos. Dona centopeia e sua filha pegaram os seus chapéus e suas sombrinhas, por que estava um sol muito forte e saíram. Quando chegaram à loja, a joaninha veio atendê-las: __ Bom dia, dona centopeia! Como sua filha está bonita! Fazia muito tempo que a senhora não aparecia. A centopeia pediu um sapato vermelho muito bonitinho. A joaninha subiu e desceu a escada, subiu e desceu, subiu e desceu diversas vezes para trazer os pares de sapato.
Fonte da imagem:http://www.publicdomainpictures.net/view-image.php?image=39415&pict…

Ninguém é igual a ninguém. Aceitando as diferenças 2 - mais atividades.

Imagem
Hoje continuo com mais atividades para a postagem de ontem sobre aceitar as diferenças. As imagens e sugestões do site que pesquisei são ótimas, porque fazem com que as crianças ao mesmo tempo em que comecem a perceber as diferenças e como lidar com elas, também iniciem uma análise de seu comportamento e o que tem que mudar para viver e conviver melhor. Quisera que adultos também recebessem esses ensinamentos, quantas vezes precisamos não é mesmo? 
Contudo, essa é a proposta do blog, educar crianças mais livres de condicionamentos que não deram certo, e prontas para enfrentar a vida munidas de recursos internos sólidos. :)))











Fonte: http://pt.slideshare.net/andreaperez1971/ninguem-a-igual-a-ninguem?related=5

Ninguém é igual a ninguém. Aceitando as diferenças.

Imagem
Clique nas imagens para ampliar e imprimir as atividades.
Fonte: http://pt.slideshare.net/andreaperez1971/ninguem-a-igual-a-ninguem?related=7

MARCELO, MARMELO, MARTELO.

Imagem
Fonte da imagem:http://www.publicdomainpictures.net/
Marcelo vivia fazendo perguntas a todo mundo: - Papai, por que é que a chuva? -Mamãe, por que é que o mar não derrama? - Vovó, por que é que o cachorro tem quatro pernas? As pessoas grandes às vezes respondiam. Às vezes, não sabiam como responder. -Ah, Marcelo, sei lá... Uma vez, Marcelo cismou com o nome das coisas: - Mamãe, por que é que eu me chamo Marcelo? - Ora, Marcelo foi o nome que eu e seu pai escolhemos. - E por que é que não escolheram martelo? -Ah, meu filho, martelo não é nome de gente! É nome de ferramenta... - Por que é que não escolheram marmelo? - Porque marmelo é nome de fruta, menino! - E a fruta não podia chamar Marcelo, e eu chamar marmelo? No dia seguinte, lá vinha ele outra vez: - Papai, por que é que mesa chama mesa? - Ah, Marcelo, vem do latim. - Puxa, papai, do latim? E latim é língua de cachorro? - Não, Marcelo, latim é uma língua muito antiga. - E por que é que esse tal de latim não botou na mesa nome de cadeira, na cadeira …

Como Deus Escolhe as Mães de Crianças Especiais?!

Imagem
Fonte da imagem:http://www.publicdomainpictures.net/view-image.php?image=62983&picture=mae-estilo-vintage-bebe Uma vez visualizei Deus pairando sobre a Terra, selecionando seu instrumento de propagação com um grande carinho, e compassivamente. Enquanto observava, Ele instruía seus Anjos a tomarem nota em um grande livro: … - Para Beth, um menino. Anjo da Guarda, Matheus. - Para Miriam, uma menina. Anjo da Guarda, Cecília. - Para Regina, gêmeos. Anjo da Guarda Geraldo, ele já está acostumado. Finalmente, Ele passa um nome para o Anjo, sorri e diz: Para esta dê a ela uma criança deficiente. O Anjo, cheio de curiosidade, pergunta: porque ela, Senhor? Ela é tão alegre! - Exatamente por isso, diz Ele. Como eu poderia dar uma criança a uma mãe que não sabe o valor de um sorriso? Seria cruel… - Mas será que ela vai ter paciência? Perguntou o anjo. - Eu não quero que ela tenha muita paciência – disse Deus – porque aí ela se afogará no mar da autopiedade e desespero. Logo que o choque e o ressentimen…