Importante para sua boa navegação pelo blog.

Importante para sua boa navegação pelo blog.

A Ovelha Negra. Aceitando as diferenças. Bullying.

Fonte da imagem:https://pixabay.com/pt/ovinos-ovelha-negra-ovelha-branca-585790/

Era uma vez uma ovelhinha diferente das suas irmãs de rebanho: era negra. Por isso, era desprezada e sofria todo tipo de maus tratos. As outras lhe davam mordidas, patadas; procuravam colocá-la em último lugar no rebanho. Quando estavam num prado pastando, o rebanho inteiro tentava não deixar que a ovelhinha negra provasse uma ervazinha sequer. Dessa forma, sua existência era horrível.
Farta de tanto desprezo, a ovelhinha negra afastou-se do rebanho. Durante muito tempo vagou sem rumo pelo bosque. 
Quando anoiteceu, exausta, a ovelhinha deitou-se, sem perceber, em um monte de farinha, onde dormiu.
Ao raiar o dia, acordou e viu cheia de surpresa, que se havia transformado em uma ovelha muito branca, imaculada. Voltou então ao seu rebanho, onde foi muito bem recebida e proclamada rainha, pela sua bela aparência.
Naquela ocasião, estava sendo anunciada a visita do príncipe dos cordeiros, que vinha em busca de uma esposa.
O príncipe foi recebido no rebanho com grandes honras. Enquanto ele observava as ovelhas que formavam o rebanho, desabou uma violenta tempestade. A chuva dissolveu a farinha que cobria o pelo negro de nossa ovelhinha, e ela recuperou sua cor natural.
Quando a viu, o príncipe resolveu que seria a escolhida. As outras ovelhas perguntaram por quê.
- É diferente das outras. E isso, para mim, é suficiente.
Assim, a ovelhinha negra tornou-se princesa e teve, finalmente, o destino justo que merecia.

(autor desconhecido)


Moral da história: 

Não é a aparência que define o caráter. Cada um de nós tem suas características que são únicas e que ninguém mais tem. Valorizar o que temos de bom e procurar sempre melhorar os defeitos. 

Atividade

colar linhas preto e branco ou coloridas nas ovelhinhas:


Molde das ovelhinhas para colar linha ou colorir:

Fonte da imagem:http://www.publicdomainpictures.net/view-image.php?image=127612&picture=ovelha

Comentários

JOSENI LIMA disse…
Olá,
Quando lemos todo essa historinha vemos que:

Moral da história:

Não é a aparência que define o caráter. Cada um de nós tem suas características que são únicas e que ninguém mais tem. Valorizar o que temos de bom e procurar sempre melhorar os defeitos.

PARABÉNS!!

http://josenidelima.blogspot.com.br/
cassia santos disse…
Muito bom
Realmente n é a aparência q define o caráter de ninguém
Te seguindo p te acompanhar
Tania Mara disse…
oi é amiga,aceitar as diferenças começa quando criança,muitos pais deveria refletir sobre isso.
Célia Lima disse…
Sim amiga,ñ é a aparência e nem religião que define o caráter,essas coisas,educação caráter vem de berço.
Acredito eu que o caráter é moldado pelos pais.é com educação que eles são moldados.
Bjsss
fala serio Rah disse…
Que historia muitos ligam pela aparecia, pela cor mais o que importa mesmo é ser diferente, ser nos mesmo.

beijinhos
Rosiane Barros disse…
Até no mundo animal rola um preconceito né, que coisa, temos que passar bons conceitos pros nossos filhos, ainda que seja em forma de desenho. bjs
Ótima história para crianças e adultos. O que nos torna especiais é o fato de sermos únicos. Vejo muitas pessoas querendo se parecer com outras, mas isso é ilusão. Temos cascas e essências (caráter) únicas. Vou ler pra minha filha hoje de noite. Bj
Rute Beserra disse…
PARABÉNS , amei a história . Passando para lhe desejar um novo ano brilhante e que tragam novos desafios, novos projetos e muito sucesso. Um próspero Ano Novo!
LITERATURA de férias, voltarei a postar no blog e visitar os amigos a partir do dia 20 de janeiro. Beijos e até lá!
Sol Oliveira disse…
Vejam só! Encontrei uma amiga de sala! Ótima historinha, uma boa desculpa pra montar um projetinho em sala de aula e trabalhar esse absurdo que é o Bulling. Amei as atividades parabéns! As crianças adoram trabalhos lúdicos! Um abraço!
http://solzinhartes.blogspot.com.br/
Rubia Kenes disse…
Que linda historia amada! isto mostra que não devemos ver a aparencia e sim o que tem por dentro! seria muito bom se todos só olhacem para uma pessoa pelo caráter dela e não o que estam vendo por fora! muito lindo amei sua historia! parabéns amada, beijinhossssss
rubiaartes.blogspot.com.b
OI BOA NOITE!EU ACHO QUE NÃO É APARENCIA QUE DEFINE O CARATE DE NIGUEM,O CARATE JÁ VEM DA EDUCAÇÃO DOS PAIS,RELIGIAO NÃO DEFINE CARATE,NOS QUE TEMOS QUE NOS MOLDAR,TEMOS QUE NOS VALORIZAR E MELHORAR NOSSOS DEFEITOS,BEIJOS
Lições assim na infancia são muito importantes Jeanne, formam um bom cidadão um bom humano. Somos moldados a viver na sociedade que nem sempre tem ou assimilam bem valores que foram ensinados, por isso nunca devemos deixar de insistir em certos aspectos que ela deve ter.
✡✡Blog: Atellier Com Mãos de seda✡✡
✡✡Fan Page do Blog✡✡
✡✡Participem de nosso Grupo✡✡
Esmalte & cia disse…
Sempre digo, que aparência não define caráter de ninguém..
Gostei muito da historia amore
JOSENI LIMA disse…
Olá,
Bom Dia!!
Avisa aí que o BLOG DO PARCEIRO acabou de assinar pra ser mais um seguidor.
Aguardando todos lá no:

http://josenidelima.blogspot.com.br/
Magda Moreira disse…
Gostei muito da história, já conhecia.
A diferença está sempre no caráter e não na aparência.
As atividades são criativas e é um ótimo recurso para ensinar as crianças sobre as diferenças.Bjss!!!

Agenda dos Blogs
karina padilha disse…
Amo suas histórinhas tem um Q de ensinamento para todos nós.. bjs e sucesso
www.karinapadilha.blogspot.com.br
maravilhosa forma de explicar para os pequenos a respeitar as diferenças, isso ajuda muito na formação da criança oque está precisando muito nos dias atuais, muita intolerância por coisas banais.
devemos conscientizar para um mundo melhor.
Amar as pessoas independente da cor, classe social, religião e etc é o que vai fazer o mundo melhorar! Se Deus quiser um dia conseguiremos na fé de Deus.
Beijo, ameeei o post :*
karina padilha disse…
Adoro suas historinha tem um Q de mostrar as pessoas o q é a vida e o que as pessoas tem que ser. Carater e tudo na vida da gente.. bjs e sucesso!
www.karinapadilha.blogspot.com.br
Jossara Bes disse…
Quando eu era criança, qualquer "coisa errada" que a gente fazia, ouvia:
- Quer ser a ovelha negra?
Só entendi quando tomei conhecimento da história, como se dissessem:
- Quer ser discriminada?
Amo histórias!
Beijo carinhoso!

Postagens mais visitadas deste blog

João e o pé de feijão. Historinha infantil com moral da história, dinâmicas e atividades.

A festa no céu. Narrativas diferentes da mesma história.

A PRIMAVERA DA LAGARTA - Ruth Rocha.