domingo, 29 de maio de 2016

A bailarina. Cecília Meireles. Leia poesia para sua criança.

Fonte da imagem:https://pixabay.com/pt/menina-girando-dan%C3%A7a-rosa-crian%C3%A7a-1378897/

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.
Não conhece nem dó nem ré
mas sabe ficar na ponta do pé.
Não conhece nem mi nem fá
mas inclina o corpo para cá e para lá.
Não conhece nem lá nem si,
mas fecha os olhos e sorri.
Roda, roda, roda com os bracinhos no ar
e não fica tonta nem sai do
Roda, roda, roda com os bracinhos no ar
e não fica tonta nem sai do lugar.
Põe
Põe no cabelo uma estrela e um véu
e diz que caiu do céu.
Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.
Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.
Mas depois esquece todas as danças,
e também quer dormir como as outras crianças.


Cecília Meireles.

13 comentários:

Rubia Kenes disse...

Que linda poesia amada linda, sabe já copiei para falar para minha netinha a festa dela o tema vai ser bailarina, parabéns, beijinhossssssssss
Rúbia

Lucimar da Silva Moreira disse...

Jeanne linda a poesia da Cecília Meireles, quando eu era criança sonhei muito em ser uma bailarina, são coisas de menina,é uma linda poesia para ler para uma criança, Jeanne bjs.

ROSELANE BENTO disse...

Uma gracinha e o poema combina com ela!

Tania M disse...

Bom esse contato das crianças com a poesia e essa poesia é encantadora.bjus

cassia santos disse...

Que poema lindo! voei longe na imaginação kkk

fala serio Rah disse...

ai que fofo este poema.

beijinhos

karina padilha disse...

muito lindo o poema.. Amei! bjs e sucesso
www.karinapadilha.blogspot.com

Toninha Miranda disse...

Amo as poesias de Cecilia Meireles ! Acho que realmente toda menina sonha ser bailarina ,né? Bjs.

Esmalte & cia disse...

Que poesia linda, gostei

Raphael Mourão disse...

Cecília Meireles sabia colocar toda a sua sensibilidade nas linhas, é muito bom fazer leituras com essa
Minha avó, antes de dormimos, contava histórias ou lia poemas para minha irmã e para mim

Beijos
Rafael

Minda Silva disse...

É um poema fofo, me faz lembrar da infância quando eu sonhava em ser bailarina, nem aulas fiz, mas sonhava rsrs ...

Bjos
Minda ❤ 😍 👍

Vacieni Araujo disse...

Cecília Meireles me lembra muito minha infância, que saudades me deu!

Bjs

Ana Carolina disse...

Cecília Meireles é demais e vendo essa poesia eu imaginei minha filha que fazia balé e muitas situações parecidas. rs Ótimo post. Beijos