Iara, a mãe d‘água. Folclore brasileiro.


Iara, a mãe d‘água, provavelmente uma aculturação europeia com raízes nas sereias, é uma figura mitológica difundida entre os indígenas e caboclos após o século XVII. Descrita como uma mulher muito bonita, ela atrai os pescadores ou quem quer que se aproxime do rio ou da praia à noite, levando a afogar-se na busca por diversão. Meio peixe e meio mulher, apresenta-se penteando os cabelos ou cantando, atrai quem a observa pelo efeito hipnótico de sua imagem ou canto, fazendo com que, na ânsia de alcançá-la, o observador mergulhe nas profundezas das águas, morrendo afogado. Em algumas comunidades, tem a reputação de protetora das águas e da pesca.


Autora: ELITA DE MEDEIROS – Domínio Público.

Comentários

Elita Medeiros disse…
Fiquei muito feliz em ver que vocês estão resgatando essas "coisas de criança"!
Parabéns!

Declaração Universal dos Direitos da Criança.

Declaração Universal dos Direitos da Criança.
CLIQUE NA IMAGEM PARA LER.

Assista a animação da música Aquarela, de Toquinho.

Assista a animação da música Aquarela, de Toquinho.
CLIQUE NA IMAGEM PARA ASSISTIR.

ECOLOGIA PARA CRIANÇAS.

ECOLOGIA PARA CRIANÇAS.
CLIQUE NA IMAGEM PARA LER

LIVROS INFANTIS ILUSTRADOS ONLINE.

LIVROS INFANTIS ILUSTRADOS ONLINE.
CLIQUE NA IMAGEM PARA LER

Mozart para bebês.

Preservando a natureza.