Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2016

Importante para sua boa navegação pelo blog.

Importante para sua boa navegação pelo blog.

Cantigas de roda.

Imagem
Atirei o pau no gato.

Atirei o pau no ga-to-to,
mas o ga-to-to
não morreu-reu-reu.
Dona Chi-ca-ca
admirou-se-se
com o be-rro,
com o be-rro
que o gato deu:
miaaaaaauuuu…

Sai, piaba.

Sai, sai, sai,
Ó, piaba,
saia da lagoa.
Bota a mão na cabeça,
a outra na cintura.
Dá um remelexo no corpo,
dá uma umbigada
no outro.


Pai Francisco.

Pai Francisco entrou na roda,
tocando o seu violão
dão rão rão dão dão [bis]
Vem de lá seu delegado,
E Pai Francisco
foi pra prisão.
Como ele vem todo requebrado,
parece um boneco
desengonçado.

Se esta rua fosse minha.

Se esta rua, se esta rua
fosse minha,
eu mandava,
eu mandava ladrilhar
com pedrinhas,
com pedrinhas de brilhantes
para o meu,
para o meu amor passar.

Nesta rua,
nesta rua tem um bosque,
que se chama,
que se chama solidão.
Dentro dele,
dentro dele mora um anjo,
que roubou,
que roubou meu coração.

Se eu roubei,
se eu roubei teu coração,
tu roubaste,
tu roubaste o meu também.
Se eu roubei,
se eu roubei teu coração,
é porque,
é porque te quero bem.


Po…

A separação e os filhos.

Imagem
Imagem do Google.
Ao se constituir a parceria conjugal, cada um traz seu modo de ser e ver o mundo, que se traduz nas atitudes e decisões cotidianas. O nascimento dos filhos inaugura a família nuclear.  Os filhos sofrem as influências dos valores dos pais tendo como norteador os seus comportamentos. Quando há muitas diferenças e poucas negociações, instala-se uma guerra de poder, na qual os filhos se confundem. No momento em que surge a necessidade de separação do casal, a família se transforma em duas, as quais denominamos de uniparentais ou monoparentais, ou seja: mãe e filhos e pai e filhos. Normalmente, encontramos jovens que têm dificuldade de afirmarem sua identidade, sofrendo por não poderem atender às expectativas paternas e não ter clareza dos seus desejos. Os filhos gostam dos seus pais e por mais aliança que tenham com um deles sentem-se presos ao sentimento de lealdade que se estabelece ao longo do desenvolvimento do ciclo familiar. Isto pode se agravar quando após a separaçã…

O Sapo Lava o Pé.

Imagem
Será que sapo não lava o pé mesmo?!
Lá no lago um sapo chamado Caco, resolveu desmistificar um boato antigo e para isso usou muita criatividade, arte e união! 


                     O Sapo Lava o Pé

Já se ouvia há muito tempo um boato que sapo não lava o pé, que tem frieira e até chulé. Lá no lago tem muito sapo que de tão bravo fica inchado com tal boato, sem contar na girinada que fica na beira d’água só escutando piada de toda a bicharada.
Neste lago mora um sapo cujo nome é Caco, que ficou injuriado com tal boato, também ficou inchado, mas não ficou parado, teve uma ideia para reverter à situação, ensinou para girinada uma nova canção que ensaiaram por dias para fazer uma apresentação.
Em noite enluarada a bicharada já se ajeitava na beira d’água para contemplar o luar, isso já era tradição! Mas dessa vez tiveram uma grande surpresa: a noite enluarada veio acompanhada de uma bela coachada, que cantava essa canção:

O sapo lava o pé
Lava porque ele quer
Pula no lago
Sai de pé molhado
O sapo nã…

A Gansa dos Ovos de Ouro.

Imagem
Esopo
Um homem e sua mulher tinham a sorte de possuir uma gansa que todos os dias punha um ovo de ouro. Mesmo com toda essa sorte, eles acharam que estavam enriquecendo muito devagar, que assim não dava… Imaginando que a gansa devia ser de ouro por dentro, resolveram mata-la e pegar aquela fortuna toda de uma vez. Só que, quando abriram a barriga da gansa, viram que por dentro ela era igualzinha a todas as outras. Foi assim que os dois não ficaram ricos de uma vez só, como tinham imaginado, nem puderam continuar recebendo o ovo de ouro que todos os dias aumentava um pouquinho sua fortuna.
Moral da história:

Não devemos ser ambiciosos demais. Tudo tem seu tempo, querendo as coisas antes da hora podemos perder muitas oportunidades.
Para colorir:

Trava-línguas.

Imagem
O rato e a rosa Rita.
O rato roeu a roupa do rei de Roma, O rato roeu a roupa do rei da Rússia, O rato roeu a roupa do Rodovalho… O rato a roer roía. E a rosa Rita Ramalho do rato a roer se ria.

A rata.
A rata roeu a rolha da garrafa da rainha.

Pintor português.
Paulo Pereira Pinto Peixoto, pobre pintor português, pinta perfeitamente portas , paredes e pias, por parco preço, patrão.

Pedro.
Se o Pedro é preto, o peito do Pedro é preto e o peito do pé do Pedro é preto.

Gato.
Gato escondido com rabo de fora tá mais escondido que rabo escondido com gato de fora.

Retreta.
Quando toca a retreta na praça repleta se cala o trombone se toca a trombeta .

Tatu.
— Alô, o tatu ta í? — Não, o tatu num tá. Mas a mulher do tatu tando , é o mesmo que o tatu tá.
Tigres tristes.
Três pratos de trigo para três tigres tristes.

Pardal pardo.
— Pardal pardo , por que palras ? — Palro sempre e palrarei , porque sou o pardal pardo ,

Parlendas lindas!!!

Imagem
Rei, capitão Soldado, ladrão Moça bonita Do meu coração.


Uni duni tê Salamê minguê Um sorvete colorê O escolhido foi você.

Luar, luar Pega esse menino E ajuda a criar.


Hoje é domingo Pede cachimbo Cachimbo é de barro Dá no jarro O jarro é fino Dá no sino O sino é de ouro Dá no touro O touro é valente Dá na gente A gente é fraco Cai no buraco O buraco é fundo Acabou-se o mundo.

Pinta lainha De cana vitinha Entrou na barra de vinte cinco Mingorra, mingorra E cate forra Tire essa mão Que está forra.


Boca de forno Forno Tira um bolo Bolo Se o mestre mandar! Faremos todos! E se não for? Bolo!


Santa Luzia

Apostila Cantigas de Roda.

Apostila quem canta seus males espanta vol1 de SimoneHelenDrumond

Acho que todos já conhecem o Slide Share, mas para quem não conhece você pode se cadastrar lá se quiser.
Contudo, ainda que sem se cadastrar você pode copiar o embed para levar para o teu blog. Vale a pena navegar por lá, tem a parte teórica e as mais lindas cantigas de roda para você cantar com as tuas crianças.

O Carneiro Grande e os Carneiros Jovens.

Imagem
Andavam passeando três Carneiros Jovens e um Carneiro maior. De repente, o mais velho saiu correndo em fuga. Os outros ficaram parados e rindo da disparada do experiente Carneiro, o qual ao longe, vendo-os zombar, disse: - Estão loucos e ignorantes, porque vem vindo o açougueiro que sempre mata primeiro os maiores. Por isso fujo, mas quando ele se aproximar, com certeza matará os que estiverem mais perto.

Esopo.
Moral da história:
aprender a ouvir os mais velhos, pais, professores, e avós principalmente, porque já viveram mais e têm mais experiência.

Atividades:






O RATO DO MATO E O RATO DA CIDADE.

Imagem
Fonte da imagem:http://www.publicdomainpictures.net/view-image.php?image=71647&picture=rato-dos-desenhos-animados-clipe
Um ratinho da cidade foi uma vez convidado para ir à casa de um rato do campo. Vendo que seu companheiro vivia pobremente de raízes e ervas, o rato da cidade convidou-o a ir morar com ele: — Tenho muita pena da pobreza em que você vive — disse. — Venha morar comigo na cidade e você verá como lá a vida é mais fácil. Lá se foram os dois para a cidade, onde se acomodaram numa casa rica e bonita. Foram logo à despensa e estavam muito bem, se empanturrando de comidas fartas e gostosas, quando entrou uma pessoa com dois gatos, que pareceram enormes ao ratinho do campo. Os dois ratos correram espavoridos para se esconder. — Eu vou para o meu campo — disse o rato do campo quando o perigo passou. — Prefiro minhas raízes e ervas na calma, às suas comidas gostosas com todo esse susto.
Moral da  história:
Mais vale magro no mato que gordo na boca do gato.

Jean de La Fontaine – Domíni…

PIADOS DO PASSARINHO.

Imagem
Imagem do google.
Elias José

O passarinho piou,
piou numa boa.
O passarinho piou,
piou lá na lagoa.

O passarinho piou,
piou, é bom sinal.
O passarinho piou,
piou lá no quintal.

O passarinho piou,
piou e olhou pra mim.
O passarinho piou,
piou lá no jardim.

O passarinho piou,
piou lá na avenida.
Todo o mundo escutou,
ficou melhor a vida.

Domínio Público. 

Imagem do google
Ideia de pássaro para fazer com recortes e colar em cartolina.
Imagem do google

Atividade para pintar ou utilizar para recortes e depois pintar e colar em cartolina.
 Imagem do google.

PANDORA. Mitologia grega

Imagem
Imagem do google
Num tempo distante, os homens dominaram a dádiva do fogo, graças a Prometeu, tornando melhor a vida na Terra. Mas diante daquela afronta, a ira de Zeus não teve limites, e ele resolve então punir os homens. Ordenou a Hefesto que moldasse uma mulher de barro, tão linda quanto uma verdadeira deusa, que lhe desse voz e movimento e que seus olhos inspirassem um encanto divino. A deusa Atena teceu-lhe uma belíssima roupa, as três Graças a cobriram com joias e as Horas a coroaram com uma tiara de perfumadas flores brancas. Por isso a jovem recebeu o nome de Pandora, que em grego significa "todas as dádivas". No dia seguinte, Zeus deu instruções secretas a seu filho Hermes que, obedecendo às ordens do pai, ensinou a Pandora a contar suaves mentiras. Com isso, a mulher de barro passou a ter uma personalidade dissimulada e perigosa. Feito isso, Zeus ordenou a Hermes que entregasse a mulher de presente a Epimeteu, irmão de Prometeu, um homem ingênuo e lento de raciocínio. Ao…

NARCISO. Mitologia grega.

Imagem
Autor: Caravaggio
Há muito tempo, na floresta, passeava Narciso, o filho do sagrado rio Kiphissos. Era lindo, porém, tinha um modo frio e egoísta de ser, era muito convencido de sua beleza e sabia que não havia no mundo ninguém mais bonito que ele. Vaidoso, a todos dizia que seu coração jamais seria ferido pelas flechas de Eros, filho de Afrodite, pois não se apaixonava por ninguém. As coisas foram assim até o dia em que a ninfa Eco o viu e imediatamente se apaixonou por ele. Ela era linda, mas não falava, o máximo que conseguia era repetir as ultimas sílabas das palavras que ouvia. Narciso, fingindo-se desentendido, perguntou: — Quem está se escondendo aqui perto de mim? —... de mim — repetiu a ninfa assustada. — Vamos, apareça! — ordenou — Quero ver você! —... ver você! — repetiu a mesma voz em tom alegre. Assim, Eco aproximou-se do rapaz. Mas nem a beleza e nem o misterioso brilho nos olhos da ninfa conseguiram amolecer o coração de Narciso. — Dê o fora! — gritou, de repente — Por acaso pensa…