domingo, 1 de maio de 2016

A Borboleta - Olavo Bilac


Trazendo uma borboleta,
Volta Alfredo para casa.
Como é linda! é toda preta,
Com listas douradas na asa.
Tonta, nas mãos da criança,
Batendo as asas, num susto,
Quer fugir, porfia, cansa,
E treme, e respira a custo.
Contente, o menino grita:
"É a primeira que apanho,
Mamãe! vê como é bonita!
Que cores e que tamanho!
Como voava no mato!
Vou sem demora pregá-la
Por baixo do meu retrato,
Numa parede da sala".

Mas a mamãe, com carinho,
Lhe diz: "Que mal te fazia,
Meu filho, esse animalzinho,
Que livre e alegre vivia?
Solta essa pobre coitada!
Larga-lhe as asas, Alfredo!
Vê como treme assustada . . .
Vê como treme de medo . . .
Para sem pena espetá-la
Numa parede, menino,
É necessário matá-la:
Queres ser um assassino?"

Pensa Alfredo . . . E, de repente,
Solta a borboleta... E ela
Abre as asas livremente,
E foge pela janela.

"Assim, meu filho! perdeste
A borboleta dourada,
Porém na estima cresceste
De tua mãe adorada . . .

Que cada um cumpra sua sorte
Das mãos de Deus recebida:
Pois só pode dar a Morte
Aquele que dá a Vida!"

13 comentários:

Célia Lima disse...

Adoro essa fábula de Olavo,que homem sábio ele!Muito lindo !!!
Ainda mais que sou apaixonada por borboletas
E que cada um cumpra a sorte que das mãos de Deus recebeu.
Bjsss

Tania M disse...

Oi querida,mais uma linda poesia,tudo de bom,bjus.

Lucimar da Silva Moreira disse...

Cada vida está nas mãos de Deus, até mesmo a da borboleta, Jeanne uma linda reflexão, bjs.

Esmalte & cia disse...

Gostei do pema uma bela reflexão

Magda Moreira disse...

Gostei muito da fábula-poema e é interessante dar em sala de aula.Mensagem muito bonita.Parabéns! Bjss

Minda Silva disse...

Que lindo Jeanne, principalmente essas parte,
"Que cada um cumpra sua sorte
Das mãos de Deus recebida:
Pois só pode dar a Morte
Aquele que dá a Vida!"
Maravilhoso, adorei!

Bjos
Minda ❤ 😍 👍

Jully Couti disse...

Adorei o post!
Amo as borboletas!!
Seus posts sempre me levam de volta a infância!
Bjus

Rubia Kenes disse...

Lindo! lindo!
Que cada um cumpra sua sorte
Das mãos de Deus recebida:
Pois só pode dar a Morte
Aquele que dá a Vida!



Está é a parte mais linda! parabéns amada, beijinhos com carinho
Rúbia

fala serio Rah disse...

ai que lindo esse poema amei.

beijinhos

fala serio Rah disse...

ai desculpa me confundi achei que era poema, mais é muito bela a reflexão pensei e penso bem antes.

beijinhos

Ana Carolina disse...

Linda fábula, sou fã de Olavo Bilac. E realmente só aquele que dá vida pode tirá-la. Beijos

Commaosdeseda Midian LSF disse...

Lindo!
"Assim, meu filho! perdeste
A borboleta dourada,
Porém na estima cresceste
De tua mãe adorada .

Sol Oliveira disse...

Lindo poema de Olavo! Simbolo de liberdade consciente! Parabens!