Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

Importante para sua boa navegação pelo blog.

Importante para sua boa navegação pelo blog.

PETER PAN A HISTÓRIA DO MENINO QUE NÃO QUERIA CRESCER. Parte 6.

Imagem
Em seguida deu uma ordem ao tenente do bando. — "Olá, Capacete! Diga ao cozinheiro que prepare um pão-de-ló bem grande e bem bonito e que ponha dentro..." Não pôde terminar. Um tique-taque muito seu conhecido fez-se ouvir perto. — "O crocodilo!" — berrou o chefe dos piratas, disparando na fuga a todo galope, seguido pelo bando inteiro — e logo se sumiram no horizonte dentro duma nuvem de pó. O crocodilo, tique-taque, os acompanhou sem pressa nenhuma, filosofando que se daquela vez não o havia apanhado, de outra o apanharia. — A senhora falou em nuvem de poeira, vovó. Mas a floresta não estava coberta de neve? — indagou Narizinho. — Sim, minha filha. Mas a neve logo que cai, acumula-se solta como farinha. Se dá o vento, voa como poeira. Ora, os piratas fugiram ventando como tia Nastácia diz quando a carreira é séria, e, portanto levantavam nuvens de neve em pó. — E que aconteceu depois? — quis saber Pedrinho. — Pelo tropel, os meninos lá embaixo perceberam que os piratas h…

Sim, não, espera.

Imagem
Outro dia, levei por escrito para minha mãe a lista de presentes que desejava ganhar no Natal: uma bola de futebol, um jogo de videogame e um celular. A resposta também veio por escrito e dizia: Sim, não, espera. Sem entender o bilhete, fui pedir explicações. Ela disse que cada palavra era a resposta para um dos meus pedidos. Logo:
Bola = Sim Jogo de videogame = Não Celular = Espera
Assim, entendi que vou ganhar a bola, mas ela não vai me dar o jogo de videogame que pedi porque é um jogo de guerra. - Filho, não é bom e educativo ficar “fazendo guerra”, dando tiros, jogando bombas, destruindo cidades e matando pessoas, mesmo que seja de brincadeira. Esse jogo de videogame é igual a uma arma de brinquedo. Não quero que você cresça achando que matar é divertido ou correto. Ela também explicou que a terceira resposta é espera porque ainda não é o momento certo para eu ganhar um celular: - Tudo tem seu tempo, filho. Em um futuro próximo, dependendo da sua maturidade e responsabilidade, poderá ga…

Árvore de Amigos.

Imagem
Existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples fato de terem cruzado o nosso caminho. Algumas o percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras apenas vemos entre um passo e outro. A todas elas chamamos de amigo. Há muitos tipos de amigo. Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles. O primeiro que nasce do broto é o amigo pai e o amigo mãe. Mostram o que é ter vida. Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós. Passamos a conhecer toda a família de folhas, a qual respeitamos e desejamos o bem. Mas o destino nos apresenta outros amigos, os quais não sabíamos que iam cruzar o nosso caminho. Muitos desses denominados amigos do peito, do coração. São sinceros, são verdadeiros. Sabem quando não estamos bem, sabem o que nos faz feliz… Às vezes, um desses amigos do peito estala o nosso coração e então é chamado de amigo namorado. Esse dá brilho aos nossos olhos, música aos nossos lábios, pulos aos nossos pés. Mas ta…

Alice no País das Maravilhas. Capítulo 12 - O depoimento de Alice. Último capítulo.

Imagem
"Presente” gritou Alice, esquecendo na excitação do momento o quanto tinha crescido nos últimos minutos. Ela saltou com tamanha pressa que acabou virando o banco do júri com a barra da saia, deixando os jurados de cabeça para baixo, esperneando. Alice lembrou-se muito do aquário de peixinhos dourados que tinha virado acidentalmente na semana anterior.  “Oh, eu peço mil perdões!”, ela exclamou consternada, e começou a levantá-los o mais rapidamente que podia, pois o acidente com os peixinhos ainda estava em sua mente e ela estava com a sensação de que se não os recolocasse nos seus lugares eles poderiam morrer. “A audiência não poderá prosseguir”, disse o Rei, com uma voz grave, “até que os jurados estejam de volta a seus lugares... todos”, ele repetiu com grande ênfase, olhando duramente para Alice ao falar. Alice olhou para o banco dos jurados e percebeu que, em sua pressa, tinha colocado o Lagarto de cabeça para baixo e a pobre coisinha estava lá, agitando melancolicamente a cauda…

Olha só que lindo!!!

Tanta tinta.

Imagem
Fonte da imagem:http://www.publicdomainpictures.net/view-image.php?image=96482&picture=pintura da-crianca
Ah! Menina tonta, toda suja de tinta mal o sol desponta!
(Sentou-se na ponte, muito desatenta... E agora se espanta: Quem é que a ponte pinta com tanta tinta?...)
A ponte aponta e se desaponta. A tontinha tenta limpar a tinta, ponto por ponto e pinta por pinta... Ah! A menina tonta! Não viu a tinta da ponte!
Cecília Meireles.

19 ilustrações que mostram a beleza das relações de pais e filhos.

Imagem
Festival de cócegas. 
Para ver as outras imagens, clique AQUI

Como ensinar seu filho a desenhar com a ajuda de números.

Imagem
Uma ideia didática e divertida. clique AQUI para ter outros exemplos. Bom feriado amigos.

50.000 acessos do blog!

Imagem
Em pouco mais de um ano o blog completa 50.000 acessos, sinal que estou no caminho certo, e uma nova maneira de pensar nas nossas crianças, donas do futuro, faz-se urgente e necessária. O mundo mudou, as crianças mudaram. Não podemos mais usar velhas fórmulas em mentes mais evoluídas que as nossas. Foi pensando em tudo isso, e baseada nos meus estudos e na minha experiência como evangelizadora da infância, além da minha formação como professora, que decidi fazer esse blog voltado à educação integral da criança. Um ano e aproximadamente dois meses passados, o blog mudou sua marca sem deixar o foco principal que é a contação de histórias, fábulas, lendas, folclore, como ferramentas preciosas na formação infantil. Agradeço a você que esteve comigo de alguma forma, lendo ou comentando, compartilhando e alguns conforme depoimentos, usando as historinhas para suas aulas ou evangelização. Muito obrigada pelo carinho de todos, se não fosse a presença de vocês o blog não existiria. E para finalizar…

A Polegarzinha. Hans Christian Andersen. Domínio Público.

Imagem
Fonte da imagem:http://www.publicdomainpictures.net/view-image.php?image=115844&picture=lavanderia-do-bebe
Era uma vez uma mulher que queria ter um filho muito pequenino, mas não sabia como havia de fazer para encontrar um. Então, foi ter com uma velha bruxa e disse-lhe: — Gostava tanto de ter um filho pequenino! Não sabes dizer-me onde posso arranjar um? — Oh, isso não é difícil — disse a bruxa. — Aqui tens um grão de cevada, e olha que não é da que cresce nos campos dos lavradores nem daquela que as galinhas comem. Planta este grão num vaso e verás o que acontece! — Oh, obrigada! — disse a mulher, dando uma moeda de prata à bruxa. Depois foi para casa e semeou o grão. Não foi preciso esperar muito tempo para que nascesse uma bela flor; parecia uma tulipa, mas as pétalas estavam muito fechadas como se fosse ainda um botão. — Que linda flor! — disse a mulher, dando um beijo nas pétalas vermelhas e amarelas. Nesse preciso momento, a flor abriu-se com um forte estalido. Era realmente uma t…