Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2016

Importante para sua boa navegação pelo blog.

Importante para sua boa navegação pelo blog.

O Rato e a Rã. Lindo conto de Esopo.

Imagem
Um Rato desejava atravessar um rio, mas o temia, pois não sabia nadar. Pediu ajuda a uma Rã que concordou desde que o Rato fosse amarrado a uma das patas. O Rato consentiu e encontrando um pedaço de fio, ligou uma de suas pernas à Rã. Assim que entraram no rio, porém, a Rã mergulhou, levando junto o Rato que sentia afogar-se. Por isso debatia-se com a Rã que, por sua vez, lutava para nadar; tudo isso causando muito cansaço e estardalhaços. Estavam nessa luta quando, por cima passava um Falcão que, percebendo o Rato sobre a água, baixou sobre ele e levou-o nas garras juntamente com a Rã que estava atada. Ainda no ar, os devorou.


Moral da História:
Só podemos melhorar e dar certo com acordos que sejam em benefício de todos, senão acontece como na história, a rã e o sapo não se acertaram e com isso acabaram devorados pelo Falcão.

Esopo - Domínio Público.

Para pintar:



Outras atividades:
Recontar a história de modo que o sapo e a rã entrem em um acordo bom para os dois para atravessar o rio.
Uti…

PETER PAN A HISTÓRIA DO MENINO QUE NÃO QUERIA CRESCER. Parte 6.Os índios Peles-Vermelhas,

Imagem
Fonte da imagem:http://www.publicdomainpictures.net/view-image.php?image=167563&picture=historico-chefe-indio-americano
— Ele não disse, mas pelo que fez a gente adivinha. Peter Pan esperou atrás dum rochedo que o bote passasse perto, e em seguida mergulhou na água e foi nadando até ficar bem debaixo da popa. Botou então a cabeça fora d’água e gritou em voz que imitava perfeitamente a voz de bêbedo do Capitão Gancho: — Com seiscentos bilhões de caravelas, cortem já as cordas dessa índia e soltem-na!" Os piratas estranharam semelhante ordem, pois era absurdo soltar, assim sem mais nem menos, uma inimiga que lhes custara tanto a prender. Mas ordens do Capitão Gancho eram ordens; ninguém as discutia, sob pena de levar terríveis ganchadas no nariz. Não estavam vendo o chefe, mas a voz era dele. Nada mais lhes restava senão obedecer — e, portanto cortaram as cordas da índia, dizendo-lhe: — "Está livre. Faça o que quiser." Fonte da imagem: https://pixabay.com/pt/nativo-america…

Coelhinho da páscoa.

Imagem

Irmãos Grimm - A protegida de Maria.

Imagem
Fonte da imagem:https://pixabay.com/pt/maria-santa-virgem-nossa-senhora-1004109/
Na orla de uma extensa floresta morava um lenhador e sua esposa. Eles tinham apenas uma filha, que era uma menina de três anos. Mas eles eram tão pobres que não tinham mais o pão de cada dia e já não sabiam o que haveriam de dar-lhe para comer. Certa manhã o lenhador foi com grande preocupação até a floresta para cuidar de seu trabalho e, quando estava cortando lenha, lá apareceu de repente uma mulher alta e bela que trazia na cabeça uma coroa de estrelas cintilantes e lhe disse “Sou a Virgem Maria, mãe do Menino Jesus, e tu és pobre e necessitado: traga-me tua filha, vou levá-la comigo, ser sua mãe e cuidar dela.” O lenhador obedeceu, foi buscar a filha e entregou-a à Virgem Maria, que a levou consigo para o Céu. Lá a menina passava muito bem, comia pão doce e bebia leite açucarado, e seus vestidos eram de ouro, e os anjinhos brincavam com ela. Quando completou quatorze anos, a Virgem Maria a chamou e dis…

Dom Quixote.

Imagem
Fonte da imagem:https://pixabay.com/pt/est%C3%A1tua-de-dom-quixote-c%C3%A9u-cuba-677914/
Adelina Lopes Vieira
Paulo tinha seis anos incompletos; tinha só quatro o louro e gentil Mário. Foram à biblioteca, sorrateiros, e ficaram instantes, mudos, quietos, a espreitar se alguém vinha; então, ligeiros como o vento, correram p'ra o armário, que encerrava os volumes cobiçados: eram dois grandes livros encarnados, cheios de formosíssimas gravuras, mas pesados, meu Deus! 0s pequeninos porfiavam, cansados, vermelhitos, por tirá-los da estante. Que torturas! 'Stavam tão apertados, os malditos! Enfim, venceram não sem ter lutado... Paulo entalou um dedo, o irmãozinho, ao desprender os livros, coitadinho! cambaleou, e foi cair... sentado. Não choraram: beijaram-se contentes e Paulo disse a Mário: Que bellote! vamos ver à vontade o D. Quixote, sem os ralhos ouvir, impertinentes, da avó, que adormeceu. Oh! que ventura! Mário, tu não te mexas, fica atento: eu vou mostrar-te estampas bem pintadas com uma condição: cad…

PETER PAN A HISTÓRIA DO MENINO QUE NÃO QUERIA CRESCER. Parte 7. A Lagoa das Sereias.

Imagem
Fonte da imagem:https://pixabay.com/pt/sereia-fantasia-recados-p%C3%A1gina-1301877/
Na terceira noite tia Nastácia apareceu na sala ainda mais desapontada do que na véspera. O que estava acontecendo com a sua pobre sombra era simplesmente monstruoso. — Veja Sinhá — disse ela paxá Dona Benta, colocando-se entre a parede e o lampião de modo a tornar a sombra bem visível. — Veja Sinhá, como está toda rendada a minha sombra. O ladrão, que ontem me cortou a cabeça dela e um pedaço do ombro, acaba hoje de cortar uma porção de outros pedacinhos. Realmente assim era. O resto da sombra da pobre negra estava todo picado de buracos feitos à tesoura. — É um mistério que não consigo decifrar — disse Dona Benta sacudindo a. cabeça. — O Visconde, o nosso grande detetive, bem que podia tomar conta deste caso. Fale com ele. Tia Nastácia conferenciou com o Visconde, obtendo do grande detetive a promessa de "investigar." — Deixe a coisa comigo — disse ele. — Já resolvi aquele célebre caso do falso g…

O MIUDINHO.

Imagem
Fonte da imagem:http://www.publicdomainpictures.net/view-image.php?image=189406&picture=principe-e-princesa
Em companhia de vários fidalgos, d. Bias, poderoso príncipe, herdeiro do importante reino de Avalão, foi uma vez à caça embrenhando-se numa imensa e intrincada floresta, que havia às portas da cidade. Não conhecendo o caminho, sua alteza, tendo se afastado de sua comitiva, perdeu-se no mato, e não houve meio de poder dali sair. Depois de andar léguas e léguas, chegou extenuado, a uma caverna aberta numa grande montanha. Residia aí uma família de gigantes, composta de pai, mãe e filha. O gigante, que se chamava Ragarrão, estava fazendo lenha para o jantar. Arrancava facilmente com uma só mão, velhas árvores, que nem vinte juntas de bois poderiam sequer balançar. Ragarrão, avistando o príncipe, que lhe pareceu um anãozinho, comparado com ele, por não lhe chegar nem até os joelhos, exclamou: – Oh! Que homem tão miudinho! Que queres aqui, anão? O príncipe contou-lhe a sua história; e R…

O sapo sapeca.

Imagem
O sapo sapeca caiu na caneca, virou o café, em todo o pé, croac croac, croac croac, pulava o coitado. Derramou o açúcar, pulou em cima da cuca, saiu mais melado... croac croac, croac croac, Fez tanto barulho, o sapo azarado, que a dona Bibi, correu o coitado. E deu vassouradas, com força no chão para o sapo assustar sem nele tocar... E tanto ela fez, que o sapo infeliz, pulou a janela, quebrou o nariz... croac croac, croac croac, O pobre amiguinho aprendeu a lição em casa dos outros ninguém mexe não.
Jeanne Geyer
Para colorir:

Pinguim serafim.

Imagem
O pinguim Serafim Garboso no gelo caminha Com sua casaca de cetim Porque no frio é quentinha.
Teme orcas e tubarões São perigosos todos os dias Pois devoram com seus dentões Os pinguins e suas famílias.
Mas Serafim se cuida, é esperto Dos predadores foge sem parar Obedece a mamãe e dela fica perto E brinca com os amiguinhos na neve e no mar.
Jeanne Geyer  

Gatinho sapeca.

Imagem
O gatinho sapeca Pegou o novelo da vovó Correu pela casa Bagunçou sem dó
Menina bonita, Pega o gatinho travesso Ajuda a vovó aflita Estou com pena confesso.

Jeanne Geyer

Para colorir:

15 de outubro dia do professor.

Imagem
Hoje se comemora o dia do professor no Brasil. 
Para saber como tudo começou, clique AQUI
Deixo aqui minha homenagem a todos os professores dedicados, amorosos e idealistas. Que Deus ilumine seus caminhos com muitas bençãos de paz, amor e harmonia.
Que seu trabalho seja valorizado, que você seja respeitado pelo seus alunos e que os pais reconheçam a importância da tua influência na vida de seus filhos.
Que você receba salário digno e boas condições de trabalho.
Que você seja incentivado realmente e materialmente para poder se aperfeiçoar sempre.
Meu carinhoso abraço com muito respeito no teu dia!
Flores para você:

No Reino do Faz de Conta.

Imagem
Tire os pés do chão e viaje no sonho. Ligue a imaginação enquanto componho.
Viaje num trem bala, sem sair da sala. Tira a fantasia de dentro da mala.
O sonho se instala com facilidade. O perfume que exala é de felicidade.
Tire os pés do chão e entre no mundo do faz de conta.
Lá tem sapo trapalhão, cão vagabundo e a bicharada apronta.
AJ Cardiais.
Fonte: http://ajinfantilidade.blogspot.com.br/p/poemas.html

O VIOLINO MÁGICO.

Imagem
Dário era um bom mocinho, alegre e esperto, estimado por todos que o conheciam. Um dia despedindo-se de sua família e de seus amigos, saiu de casa, para ganhar honradamente a vida. Ele era o mais velho dos cinco filhos que tinha o tio Pedro; e como a miséria lhes batia à porta, forçoso foi que o moço saísse, para não sobrecarregar o pai, em prejuízo dos irmãos menores, e também para ver se melhorava de sorte. Ao despedir-se, o pai lhe dera por toda fortuna uma moeda de prata; e ele julgou-se rico, porque não conhecia o valor do dinheiro. Caminhava alegremente pela estrada que conduzia à cidade, quando encontrou um velhinho, abrigado à sombra de uma árvore, gemendo e chorando. Dotado de excelente coração, Dário tratou desveladamente do enfermo, e deu-lhe a sua única moeda de prata. O velhinho, agradecido, disse: – Já que foste tão caridoso, vou fazer-te um presente. Aqui tens este violino. Todas as vezes que o tocares, quem o ouvir não poderá resistir ao desejo de dançar.
Dário saiu satisfeit…